CÂMARA APROVA MOÇÃO DE DESCONTENTAMENTO CONTRA DEPUTADO FEDERAL

Na Sessão da última quarta feira (31) os vereadores votaram e aprovaram uma moção de descontentamento contra o Deputado Federal Victor Mendes em virtude do seu posicionamento nas votações que alteram a CLT no Brasil, no entendimento dos vereadores. A Moção foi assinada pelos vereadores João Raimundo Moraes (PSB), Riba do Bom Viver (PDT), Albininho (PCdoB), Lucas do Beiradão (PSDB), Elizeu Rodrigues Furtado (PP), Rubemar Ribeiro (PMDB), Capadinho (PMDB), Alessandro Montenegro (PP), Edinildo Rodrigues (PCdoB), Paulinho Enfermeiro (PMN) e Sandro Lima (PCdoB). Confira na íntegra o teor da Moção:

Nos congratulamos aos demais partidos de esquerda, a CUT e as demais centrais sindicais defensoras da classe trabalhadora, somos contra esse projeto de terceirização, e ao modelo radical de reforma previdenciária por ser nocivo à classe trabalhadora, retirando direitos e aumentando obrigações! Esse projeto, na prática, transforma trabalhadoras e trabalhadores em “escravos modernos!”

O deputado Vitor Mendes e a base de apoio do governo golpista de Temer na Câmara dos Deputados votaram pela aprovação de projetos que, na prática, destrói a CLT- Consolidação das Leis Trabalhistas, impondo imensos prejuízos à classe trabalhadora, e a reforma da previdência que destrói a esperança de um futuro mais humanizado a milhões de brasileiros.

Não satisfeito em votar contra o povo ou tentando se safar da irresponsabilidade de fazê-lo, o deputado usa os meios de comunicação de propriedade de seu clã para acusar seus opositores através de mentiras infundadas e repercutindo falácias contra os sindicalistas que empunham a bandeira de direitos conquistados a peso de décadas de luta, num esforço hercúleo de tentar “justificar” seu apoio a esses projetos nocivos à classe trabalhadora e ao Brasil, o deputado apenas revelou quem realmente é, ou seja, um verdadeiro “sepulcro caiado!”.

Não se faz política com o fígado e não se justifica erros com inverdades ou destilando ódio e veneno gratuitos contra seus eleitores.  O deputado com essa atitude apenas mostrou o quão pequeno é! Mostrou claramente de que lado está. E esse lado não é o do povo, não é o da classe trabalhadora!

Repudiamos veementemente o deputado pelo seu posicionamento contra a classe trabalhadora e por trair os milhares de maranhenses em especial da nossa tão sofrida baixada.

 Votar contra o povo, aprovar medidas que retiram direitos da classe trabalhadora e protegem os donos do capital! Salafrários e bandidos são esses que, ao invés de defender o povo a quem deveriam representar, esquecem suas propostas e promessas de campanha. O deputado Vitor Mendes, defende esse governo golpista que ao longo dos últimos meses vem destruindo importantes conquistas sociais do nosso povo e retirando direitos duramente conquistados!*

Chega de agressões gratuitas e mentiras! O povo merece respeito!

Informativos